BLOG DA PLANTIÊ

Especialista em plantas para dentro de casa.

Horta medicinal: o que é e como cultivar

horta medicinal (capa)

Está pensando fazer uma horta medicinal em casa? Então saiba que é possível ter ao alcance das mãos, os benefícios de plantas que fazem bem para a saúde do corpo e da mente. E nada como economizar dinheiro com farmácia, certo?

Nesse sentido, além de evitar a utilização de certos tipos de medicamentos, há ainda a possibilidade de criar um ambiente mais verde em casa, principalmente utilizando vaso autoirrigável. Dessa forma, você consegue um contato maior com a natureza. 

Portanto, se o seu desejo é criar uma horta medicinal, você está no lugar certo. Além de explicar o que é e qual a importância de ter um cantinho como esse em casa, vamos mostrar quais as principais plantas medicinais que não podem faltar na sua horta. Confira!

O que é uma horta medicinal?

Uma horta medicinal nada mais é do que um agrupamento de ervas ou plantas medicinais, ou seja, que quando usadas, fazem bem para a saúde. Trata-se de uma tradição criar um ambiente como este, tanto no Brasil, quanto em todo o resto no mundo.

Para fazer uma horta medicinal, basta pesquisar por plantas que ofereçam os benefícios direcionados para a sua necessidade. Sendo assim, é possível fazer o plantio de diferentes espécies.

É importante dizer que várias delas possuem uma eficácia que é cientificamente comprovada. Nesse sentido, elas podem agir para controlar dores, ou mesmo no tratamento de diversas doenças.

Por isso, uma horta medicinal possui plantas que são usadas em chás, xaropes, óleos, sucos, e até mesmo em condimentos e pomadas. Por isso, ela reduz a necessidade do uso de remédios, proporcionando uma vida mais saudável, sem prejudicar o organismo.

horta medicinal (capa)

Horta medicinal: por que criar uma?

Primeiramente porque, independente da sua forma de aplicação, as plantas encontradas nas hortas medicinais se tornam produtos orgânicos e naturais o que, consequentemente, fazem bem para a saúde.

Nesse sentido, elas aliviam certas dores e ainda auxiliam na cura de várias doenças, já que são excelentes para melhorar a imunidade. Fora isso, é bem mais barato cultivar uma horta medicinal do que gastar com fármacos, não é mesmo?

Outra justificativa para criar uma farmácia natural em casa é o contato com os benefícios de ter plantas em casa, já que elas têm o poder de filtrar poluentes, assim como de eliminar gases tóxicos. 

Quais plantas não podem faltar?

Existem várias espécies que podem fazer parte de uma horta medicinal, já que cada uma oferece recursos que são excelentes para a saúde. Contudo, vamos mostrar quais delas não podem faltar no seu espaço verde em casa. Veja: 

Manjericão

A primeira planta que precisa fazer parte da sua horta medicinal é o Manjericão. Isso porque essa é uma planta que possui vitaminas em abundância. Além disso, ela conta com características antioxidantes, antibacterianas e digestivas.

Para usar o manjericão, basta incluí-lo em receitas como massas, saladas, ou mesmo para aromatizar azeite. 

Tomilho

Já o tomilho atua no sistema respiratório, a fim de eliminar bronquite e excesso de tosse. Além disso, também ajuda no tratamento de infecções presentes na região da boca e do ouvido.

Para usufruir dos benefícios do tomilho plantado na sua horta medicinal, basta usá-lo em temperos, chás ou óleo essencial. 

Horta medicinal com hortelã

A hortelã é outra planta que não pode faltar na sua horta medicinal. Além de tratar problemas na garganta, essa hortaliça é um poderoso diurético, contribuindo para uma melhor digestão.

Nesse sentido, é possível consumir a hortelã de maneiras variadas. Utilizá-la em chás, sucos naturais, em sopas e canjas, são algumas das formas que ela pode ser ingerida. 

Capim-limão

Se o seu objetivo é ter um remédio natural em casa para eliminar cólicas, diarreias, além de dores abdominais e doenças de pele, o ideal é plantar capim limão na sua horta medicinal.

Também chamado de capim-santo, basta ingerir tanto em chás, quanto em forma de compressas de água quente. 

Alecrim

Por fim, não deixe de plantar o alecrim na sua horta medicinal. Assim como ela serve de estímulo para o cérebro, ajudando a melhorar a memória, essa planta medicinal também pode ser utilizada para tratar contusões e reumatismos.

Além disso, a ingestão do alecrim contribui para a redução do estresse, e equilibra a pressão arterial. Por isso, comece a usar essa planta em chás, ou mesmo no preparo de refeições como pães e carnes. 

De toda forma, para que essas plantas se desenvolvam de forma saudável e você possa se favorecer de todos os seus benefícios, o ideal é usar um bom substrato para plantas para ajudar no seu cultivo. 

horta medicina

Horta medicinal: quais são os benefícios para a saúde?

Durante o período de isolamento social devido a pandemia da Covid-19, o hábito de cuidar de plantas se tornou ainda mais popular. Isso porque muitas pessoas encontraram nessa prática, uma forma de ter mais contato com a natureza.

E como já falamos por aqui, cultivar uma horta medicinal em casa traz diversos benefícios. Além do fato de ser uma excelente opção de decoração, os diversos tipos de plantas, como as que citamos acima, atuam para promover o bem-estar físico e mental.

De toda forma, especialistas apontam que existem plantas medicinais que são indicadas para tratar estresse, dores de cabeça, assim como doenças tanto nas vias respiratórias, quanto no sistema digestivo

Sendo assim, pode ter certeza que você só tem a ganhar ao ter um espaço verde. Com várias espécies que podem se transformar em remédios naturais, e que ainda deixam o ambiente mais bonito, natural e aconchegante, será prazeroso ter uma horta medicinal. 

Faça sua horta medicinal com ajuda da Plantiê

Agora que você já percebeu os benefícios de ter uma horta medicinal em casa, e quais plantas precisam fazer parte do seu cantinho verde, chegou o momento de conhecer a Plantiê

Nossos vasos autoirrigáveis, por exemplo, possuem o melhor custo-benefício do mercado. Além de outros produtos que irão fazer a diferença nos cuidados da sua horta medicinal. 

Por isso, acesse agora mesmo nosso site e conheça todas as opções disponíveis para cuidar das suas plantinhas. E se você gostou do assunto deste artigo, confira outros no Blog da Plantiê e se informe ainda mais com a gente!

Compartilhe nas redes sociais

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Artigos relacionados

Quer receber mais dicas de como cuidar de suas plantas?

Preencha com seu e-mail ao lado e vamos te enviar todas as novidades